Open Data Biblioteca Nacional de Portugal

Catálogo da BNP: acesso por Identificadores Unívocos
Registo de autoridade

Etiqueta de registo: 00000cx b2200025 45
001 756183
102 ## $aIT
152 ## $aRPC$bSIPOR
210 02 $aCasa Ricordi$c(Editores de música)
410 02 $aEdizione Ricordi$31248151
410 02 $aR. Stabilimento Ricordi$31248152
410 02 $aRegio Stabilimento Nazionale di Tito di G. Ricordi$31248153
410 02 $aR. Stabilimento Musicale Tito di Gio Ricordi$31248154
410 02 $aR. Stabilimento di Gio. Ricordi e Francesco Lucca di G. Ricordi & C.$31248155
410 02 $aG. Ricordi & C.$31248156
500 #1 $aRicordi,$bGiovanni, 1785-1853$31524931
500 #1 $aRicordi,$bTito,$cI,$ff1811-1888$31524932
500 #1 $aRicordi,$bGiulio,$f1840-1912$3179944
510 02 $aF. Lucca$cStabilimento musicale$3624447
510 02 $aOfficine Grafiche Ricordi$31524899
550 ## $aEditores de música$3758493
675 ## $a655.413:78$vBN$zpor
810 ## $ahttp://www.ricordi.it/storia/storia.htm
810 ## $ahttp://en.wikipedia.org/wiki/Casa_Ricordi [consult. 2013-03-07]
810 ## $ahttp://www.ricordicompany.com/info_index.php [consult. 2013-03-07]
810 ## $ahttp://it.wikipedia.org/wiki/Archivio_Storico_Ricordi [consult. 2013-03-07]
820 ## $aUP G. Ricordi
830 ## $aFundada em Milão, no ano 1808, por Giovanni Ricordi. Em 1814 Giovanni Ricordi publica o primeiro catálogo das suas edições. Em 1825 Giovanni Ricordi adquire todo o arquivo musical do Teatro alla Scala. No seu Gran Catalogo desse ano apresenta-se como "Editore dell'Imperial Regio Conservatorio, delle Opere complete ed originali di Rossini e [...] proprietario della musica degli Imperiali Regi teatri". Em 1842, por iniciativa do filho de Giovanni Ricordi, Tito I, é fundada a mais importante revista musical do séc. 19, a Gazzetta Musicale di Milano, que continuará até 1902. Nos anos 40 a Casa Ricordi torna-se a mais importante casa editora musical da Europa meridional. Em 1853 morre Giovanni Ricordi, deixando como herdeiro o filho Tito I que leva a Casa Ricordi a uma enorme expansão. Em 1864 abre a primeira sucursal em Nápoles, seguindo-se Florença (1865), Roma (1871), Londres (1878), Palermo e Paris (1888). Em 1880, Tito I conclui o importante contrato de absorção da Casa musicale milanese Lucca. Em 1888, com a morte de Tito I, a casa passa para o filho Giulio. A Giulio Ricordi está intimamente ligada a carreira operistica de Giacomo Puccini. Em 1908, o número de edições atingia 112.446. Em 1912, morre Giulio Ricordi e Tito II faz da empresa um sólido organismo internacional de difusão mundial. Em 1919, Tito II demite-se da gerência da casa e é substituído por Renzo Valcarenghi e Carlo Clausetti. Cria uma nova colecção de partituras de bolso. Em 1943 as duas sedes de Milão são atingidas por um bombardeamento, ficando totalmente destruídas. A reconstrução que se segue à Guerra leva a uma restruturação da própria empresa, alargando amplamento o seu âmbito de actividade. Nos últimos anos adquiriu a casa húngara Editio Musica Budapest e é a principal accionista das edições musicais francesas Salabert. Desde 1994, a Casa Ricordi faz parte do Grupo Bertelsmann.
830 ## $aRepresentados em Portugal por Sassetti & C.ª
ver registos bibliográficos associados


OpendataBNP@bnportugal.pt | Mais informação sobre acesso aos dados BNP